Abradisti

Contato
  • Networking: o velho “olho no olho” foi atração especial no Canalys Channel Fórum 2019

    Por Abradisti em 28/11/2019 18:15:09

    Conversar com fabricantes, distribuidores e revendedores, ou conseguir aquela reunião tão esperada. A delegação brasileira diz que o saldo da participação no evento foi positivo e que já aguarda a próxima edição

    Empresas são feitas de pessoas, e é por isso que a palavra networking ganha destaque, já que nada supera o bom e velho “olho no olho” para solidificar relações e fechar bons negócios. E foi exatamente essa aproximação que a Abradisti organizou e proporcionou para a delegação de 62 brasileiros presente no Canalys Channel Fórum 2019, realizado entre os dias 12 e 14 de novembro, em Bogotá, na Colômbia.

    Considerado o maior evento independente de canais da América Latina, a iniciativa acontece também na Europa e no Oriente Médio. Os patrocinadores são grandes fabricantes mundiais de tecnologia com o objetivo de apresentar tendências e soluções de valor agregado ao canal. Mas quem escolhe e faz o convite aos revendedores são os distribuidores, ou a associação que os representam.

    Talvez essa dinâmica seja o motivo daquilo que foi destaque para os brasileiros em Bogotá. “Raramente os eventos possuem a qualidade de networking constatada no Canalys Channel Fórum 2019. Não havia pressão do anfitrião e as revendas tiveram total autonomia de fazer a agenda delas, conversar entre elas e com os distribuidores”, considera o presidente-executivo da Abradisti, Mariano Gordinho.

     

    Dia certo, no lugar certo

    Apesar das plenárias e das trilhas de conteúdo que estavam ótimas, a grande virtude deste evento parece que é o networking que ele proporciona. É o que aponta Gordinho por conta do que recebeu como feedback de seus convidados e associados Agis e SND, além da multinacional Adistec. Foi a associação que fez o elo entre evento, distribuidores e revendedores.

     

    Agis no Canalys Channel Fórum 2019

    Santiago - Quales (revenda), Rafael - XTech (revenda), Wagner Moita -(Quattro), Eliseu - AltasNet (revenda), Pedro - Xtech (revenda), Almir - AltasNet (revenda), Junior -NewSupri (revenda), Jeferson Souza -MMO2000 (revenda), Marco Antonio - Agis e Jan Quattro - (revenda) e Guilherme Nogueira - Agis.

     

    Segundo Guilherme Nogueira, gerente de unidade de negócios da Agis, um dos integrantes da delegação brasileira, o trabalho da Abradisti foi imprescindível para os brasileiros estarem presentes. “Além do convite, a associação também teve um papel importante de fazer com que todos os brasileiros se reunissem e se conhecessem no primeiro dia do evento”.

    Essa aproximação proporcionou que o resultado superasse as expectativas do diretor. “Fiz em dois dias o que talvez precisaria de muito tempo de trabalho. Tive contato com revendas que há muito tempo queria ter e ainda não tinha tido a oportunidade. Achei muito bom também que os canais eram extremamente qualificados e em busca de melhorar seus negócios”, detalha Nogueira.

    Para Fábio Baltazar, diretor comercial da SND, a experiência de participar no Canalys foi igualmente produtiva. “O que mais me chamou a atenção foi essa oportunidade de falar com pessoas extremamente importantes para o meu negócio. Hoje a SND está muito focada no público corporativo, para revendedores de solução e de projeto. No evento tive a oportunidade de me reunir com essas empresas e com os fornecedores estratégicos”.

     

    SND no Canalys Channel Fórum 2019

    Giovanna Bertola, gerente divisão vendas corporativa SND; Fábio Baltazar, diretor comercial da SND; José Bublitz, diretor executivo da SND e Mariano Gordinho, presidente-executivo da Abradisti

    O rei do Canalys

    Mesmo com as facilidades do digital, Baltazar enfatiza que investe em todas as chances de eventos presenciais. “As empresas são feitas de pessoas e as pessoas se relacionam. A oportunidade de estar com fornecedores e parceiros, fora de seu habitat, em eventos como esse é de suma importância”, diz o executivo da SND.

    Sobre o relacionamento interpessoal, é ele que favorece os negócios e traz confiança. Guilherme Nogueira também aposta em conhecer presencialmente a pessoa com quem está fazendo negócio: “além da confiança, você sabe com quem falar se tiver qualquer problema no dia a dia. Todos os elos da cadeia se beneficiam do contato. O fornecedor pode entender melhor o potencial do canal para apoiá-lo no que for necessário para os negócios. Enquanto isso, nada melhor do que conhecer a visão do fabricante e entender para onde ele está indo".

     

    Adistec

    Time da Adistec, uma das sócias da Abradisti

     

    Apesar de reunir empresas da América Latina, a grande oportunidade foi a de encontrar brasileiros em Bogotá.

    Saiba como fazer parte da próxima edição do evento, fale com a Abradisti!

    Compartilhe:

    deixe seu comentário

    Assine Nossa News


    Assine nossa newsletter e receba novidades diretamente em seu e-mail