Abradisti

Contato
  • PartnerSales: Por que o setor de distribuição de TI segue crescendo na crise?

    Por Abradisti em 26/06/2018 14:33:51

    O ano de 2018 promete ser promissor para a distribuição de TI. Em artigo, o diretor-executivo da Abradisti, Mariano Gordinho, explica as razões

    Recuperação tímida, incertezas políticas, dificuldades na economia e, mesmo assim, a Distribuição de TI segue prometendo alta para 2018. O que explica isso? Muitos fatores.

    É isso o que aponta o artigo de Marino Gordinho, diretor-executivo da Abradisti, publicado no portal da revista PartnerSales.

    Renovação da Infraestrutura: caminho para a Distribuição de TI

    De acordo com o executivo, um dos motivos para a projeção de alta é a necessidade das empresas de renovar sua infraestrutura tecnológica

    Gordinho reitera que o refresh das linhas de TI está entre os fatores que contribuem para o crescimento do setor de distribuição de TI em tempos de crise econômica e política.

    A explicação para isso está no passado: muitas companhias ficaram algum tempo sem atualizar os equipamentos devido à retração da economia nos últimos anos. Esse fator, somado à obsolescência natural dos produtos de TI e informática, tem aumentado as vendas do setor.

    Inteligência e análise de dados

    Esse cenário foi apresentado pela 7ª edição da Pesquisa Setorial sobre o Mercado de Distribuição de TI no Brasil, divulgado pela Abradisti, no final do último mês de abril. De acordo com o estudo, o setor se distribuição de TI deve crescer R$ 12 bilhões em 2018.

    O crescimento é motivado pelo aumento das vendas, mas também pela recuperação da economia em 2017, que registrou uma pequena alta do PIB de 1%, após dois anos em queda.

    Já o setor cresceu 7,6% em comparação aos dados das pesquisas da Abradisti de anos anteriores. Em 2017, o faturamento do setor aumentou, saindo de R$ 10,5 bilhões em 2016 para R$ 11,3 bilhões.

    Para saber mais sobre o contexto do setor para esse ano, acesse o site da Revista PartnerSales e confira o artigo completo.

    Compartilhe:

    deixe seu comentário

    Assine Nossa News


    Assine nossa newsletter e receba novidades diretamente em seu e-mail