Saiba quais são as oportunidades da indústria e como aproveitar as principais Tendências para empresas de TI neste ano novo


Mais do que reviravoltas, 2017 trouxe de volta alguns sinais de otimismo para a economia brasileira. Agora, a missão é seguir em frente e buscar novas opções de negócios para o mercado de TI.


Pensando nisso, o Blog da Abradisti resolveu antecipar sua lista dos desejos e selecionou 5 Tendências de TI para as empresas olharem com atenção este ano.


5 Tendências para empresas de TI


1) Nuvem, Big Data e Hiperconvergência – eleve o potencial da venda

Em 2017, as vendas de soluções inteligentes e definidas por software tiveram destaque como uma importante fonte de receitas para toda a cadeia de consumo, dos fabricantes até as integradoras.

A expectativa é que este mercado siga aquecido e seja ainda mais fortalecido com a crescente demanda de modernização das empresas, que devido à crise haviam suspendido seus investimentos por aqui. Fique de olho em temas como análise e armazenamento de dados!

2) Serviços Profissionais – agregue valor à oferta

Outra tendência de 2017 que promete impactar nas vendas também este ano é a entrega de serviços profissionais.

Com orçamentos mais seletivos, o mercado de distribuição de TI terá de capitalizar mais em formas de vendas recorrentes, oferecendo mais serviços e agregando valor aos contratos. Esse tipo de venda também é bem vantajoso para o cliente, que pode investir em uma solução em um fornecedor só, reduzindo custos e agilizando as entregas. Com isso, você pode reter ainda mais seus clientes. Lembre-se que é muito mais barato manter um cliente atual do que sair para prospectar novos, OK?

3) Foque nos Negócios – mais importante que seu produto é sua entrega

Para se adequar a realidade atual, em que as soluções podem ser cada vez mais customizadas e definidas de acordo com os projetos, as distribuidoras e integradoras terão de aprimorar também seu atendimento, elevando o papel consultivo de suas equipes.

Assim, sua distribuidora terá de investir em suporte especializado para nutrir a fidelização dos clientes e gerar resultados mais práticos e longevos a cada pedido.

4) Ominichannel – esteja em qualquer canal

A ascensão dos e-commerces e marketplaces trouxe à distribuição de TI uma nova perspectiva de relacionamento com as revendas e consumidores. Agora, para uma entrega efetiva, a prateleira de opções deve estar disponível a qualquer hora e lugar, nos mais diversos meios de contato.

Por isso, se sua empresa ainda não criou esta dinâmica, é hora de começar: afinal, lojas virtuais, campanhas de automação, atendimento virtual, televendas e balcão de negócios, no fim das contas, são parte de uma só empresa (a sua).

5)  Logística – seja assertivo e rápido na entrega

Segundo pesquisas desenvolvidas por gigantes do varejo nos EUA, processos de entrega rápidos e confiáveis são a principal prioridade para os clientes na hora de suas compras. Não é preciso dizer, portanto, que isso também faz sentido para seu trabalho aqui, no Brasil.

Diante do cenário atual, no entanto, você deve ter alguns pontos de partida, identificando opções mais econômicas para entregar suas encomendas. Sendo assim, pense:

- Como está a divisão de sua entrega, por regiões? Quais são os prazos e condições para seu cliente?

- Há sistemas de logística reversa? Como sua empresa facilita o atendimento técnico?

- Existe alguma forma de otimizar o custo e organizar a distribuição dos pedidos?

Por Mariano Gordinho - diretor-executivo da Abradisti



Quer saber como colocar em prática todas estas ideias? Fique ligado aqui na Abradisti ou fale já com nosso time. Estamos à disposição para ajudá-lo!